Facebook Linkedin Facebook
Ambifood Presente na Tecnipão 2018 Química Líquida Supera Microondas Na Digestão De Metais Vestigiais Vapodest® - O Melhor Para Determinação de Álcool em Bebidas Análise NIR Atualizada para Norma ISO 12099 Portugal Afetado por Intoxicação com Atum Espanhol Adulterado Soxtherm® Na Indústria Têxtil EFSA Abre Consulta Pública Sobre Listeria Ambifood na Feira Alimentaria 2017 Rida Cube Scan no Scotch Whiskey Research Institute Descoberta Bactéria "Listeria" Num Lote de Queijos na Ilha das Flores Fraude alimentar: O que está na nossa comida? Ver mais »

Notícias - Fraude alimentar: O que está na nossa comida?

Fraude alimentar: O que está na nossa comida? 21/04/2017

Ambifood Alimentar

Desde o escândalo de carne de cavalo é claro que a nossa comida não é sempre o que pensamos que é. Os casos de fraude alimentar surgem cada vez mais e a preocupação dos consumidores aumenta. Apresentamos cinco factos sobre fraude alimentar que você deve conhecer.


1. Fraude alimentar vem em muitas formas

Geralmente, o termo "fraude alimentar" refere-se à adulteração deliberada do alimento para fins lucrativos. Isto inclui substituição, adição, adulteração ou deturpação de alimentos ou ingredientes alimentares - por exemplo, a diluição do leite com água, a mistura de carne com carne de cavalo ou a rotulagem ilícita de alimentos como "sem OGM" ou "orgânico". Mais especificamente, John Spink e Douglas Moyer da Michigan State University identificaram até sete tipos distintos de fraude alimentar:

  • Adulteração: Um componente do produto acabado é fraudulento
  • Manipulação: O produto e a embalagem legítimos são utilizados fraudulentamente
  • Over-run: produto legítimo é feito em excesso contrariando acordos de produção
  • Roubo: produto legítimo é roubado e passado como legitimamente adquirido
  • Desvio: A venda ou distribuição de produtos legítimos fora dos mercados pretendidos
  • Simulação: produto ilegítimo é projetado para parecer, mas não exatamente copiar o produto legítimo
  • Falsificação: Todos os aspectos do produto fraudulento e da embalagem são totalmente replicados


2. A fraude alimentar é generalizada

Embora não existam dados precisos disponíveis, vários estudos indicam que a fraude alimentar tem aumentado nos últimos anos. As principais razões para isso são a globalização e as complexas cadeias de abastecimento alimentar associadas. Entre novembro de 2015 e fevereiro de 2016, a Europol apreendeu mais de 10 mil toneladas de alimentos e mais de um milhão de litros de bebidas. Estima-se que cerca de 10% de todos os produtos alimentares vendidos comercialmente são afetados. Os alimentos mais frequentemente adulterados incluem peixe, mel, azeite, leite, especiarias, sumos de frutas, café, chá e carne.



3. A fraude alimentar é um negócio altamente lucrativo

A fraude alimentar é um negócio lucrativo para criminosos. De acordo com uma declaração recente do presidente do Escritório Federal Alemão de Proteção ao Consumidor e Segurança Alimentar (BVL), Helmut Tschiersky, os especialistas estimam que os lucros da fraude alimentar atingem valores semelhantes aos lucros provenientes do tráfico de drogas.



4. A fraude alimentar é quase imperceptível

Os alimentos adulterados não são geralmente aparentes para o consumidor - não diferem de produtos genuínos em termos de aparência ou sabor. A verdadeira origem de um produto alimentar só pode ser detectada no laboratório por meio de testes de PCR com base no DNA. As inspecções regulares dos alimentos efectuadas pelos fabricantes e pelas autoridades são, assim, essenciais para identificar uma possível fraude.



5. A fraude alimentar pode constituir um risco para os consumidores

Normalmente, a fraude alimentar não representa nenhum risco para a saúde humana - na maioria dos casos, a única consequência é que o consumidor paga o preço de um produto de alta qualidade para apenas receber um de qualidade inferior. No entanto, a fraude alimentar pode ser fatal para pessoas alérgicas se alergéneos não marcados entrarem no produto - por exemplo, quando um saco de amêndoas picadas é misturado com amendoim. As consequências podem ser dramáticas.



Para mais informações sobre fraude alimentar e como a detetar por favor entre em contacto connosco.

Pode também entrar em contacto através do Facebook Messenger da nossa página do Facebook!


« voltar

COMPETE - QREN - EU